Arquivos

Categorias

Home » Áreas do Direito, Destaques, Direito da Mulher

Beleza pode impedir mulheres de assumir cargos vistos como ‘masculinos

9 agosto 2010 No Comment

Mulheres atraentes tendem a ser recepcionistas ou secretárias.

Você é bonita demais para ser mecânica ou carcereira? A beleza pode acabar com as chances de uma mulher conseguir um emprego em cargos vistos como “masculinos”, revelou um estudo da Escola de Administração da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos.

As mulheres bonitas enfrentam discriminação quando se candidatam a cargos em que a aparência não é vista como importante. Esses cargos incluem os de gerente de pesquisas e desenvolvimento, diretor financeiro, engenheiro mecânico, supervisor de construção e outros.

Mulheres atraentes também são rejeitadas em categorias como diretora de segurança, vendedora de hardware, carcereira e motorista de caminhão reboque.

Especialistas argumentam que nas profissões citadas acima , ser bela é um atributo altamente prejudicial às mulheres.

Pior que isso, costuma acontecer, que mulheres atraentes costumam ser conduzidas a cargos como os de recepcionista ou secretária.

A cruel verdade é que em todos os outros tipos de empregos, a preferência é por mulheres bonitas. Não é o mesmo caso com os homens (ou seja, não é levada em conta a beleza deles), fato que demonstra que ainda existem dois pesos e duas medidas na questão do gênero.

Salários mais altos

Em estudos recentes ficou constatado que pessoas belas ainda desfrutam de uma vantagem importante no local de trabalho. Elas tendem a receber salários mais altos, avaliações melhores de seu desempenho, índices mais altos de ingresso em faculdades, maior número de votos quando se candidatam a cargos eleitos, e, quando vão a julgamento, tendem a ser tratadas de modo mais favorável.

A conclusão que se chega é que o  estereótipos  feminino, quer porque é “bela”, quer porque é o antônimo disso influa sobre decisões de contratação.

Você acha que o esteriótipo  é condição “ sine qua non”, para contratação de mulher para cargos tidos como masculinos?

Fonte Jornal Hoje. 09/07/2010

 

Comments are closed.