Arquivos

Categorias

Home » Notícias

Copa de 2014 agitará mercado de trabalho no Brasil

12 julho 2010 No Comment

O primeiro Mundial em solo africano teve um campeão inédito. O mundo do futebol tem indiscutível, sua melhor equipe. E, para sempre, um novo integrante para sua elite.

 Que a Espanha seja bem vinda à galeria!

Valéria Reani Advocacia Empresarial traz boas notícias para a próxima Copa!

Não serão somente os membros da comissão técnica, juízes e os jogadores que terão a oportunidade de impulsionar suas carreiras durante a Copa do Mundo de 2014, que acontecerá aqui no Brasil.

 Longe dos gramados, a estimativa é de que vagas de emprego sejam criadas, e não são somente nas cidades que sediarão o campeonato mundial.

Para se ter uma idéia da grandiosidade do evento para o mercado de trabalho nacional, uma pesquisa realizada pela FGV Projetos, a pedido da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), revelou que a Copa do Mundo de 2014 deverá gerar 3,6 milhões de empregos no Brasil.

E esses empregos não devem ser gerados somente no ano da Copa. De acordo com especialistas, agora, cinco anos antes do evento, o mercado de recrutamento já está se movimentando, estimulado pelas empresas brasileiras.

 

A movimentação tem sido mais forte em duas áreas:

  • construção civil ;
  • marketing.

No primeiro caso, os motivos são óbvios, já que o Brasil não quer fazer feio durante o evento, apresentando estádios em condições precárias.

Há um grande movimento em construção civil, em infra-estrutura, que tem de estar pronta o quanto antes. O movimento não é só de contratação de mão-de-obra menos qualificada, mas de executivos, como gestores de obra, que são cargos mais estratégicos

 E engana-se quem pensa que a infra-estrutura se resume aos estádios!

 Existe toda uma gama de serviços que está por trás dos holofotes e dos gramados, como hotéis e restaurantes.

 Além da construção civil, outra área que já está agitada para a Copa é a de marketing focada em esportes.

 Essa era uma área que já estava aquecida, mas que teve um “agito” fora do comum por conta do campeonato mundial.

Recomendamos: Agora é o momento de plantar, para colher lá na frente!

 Por isso, muitas empresas já estão procurando eventos e jogadores para patrocinar, com o objetivo de estreitar relacionamentos e, no momento da Copa, ganhar mais visibilidade.

 A concorrência para conseguir tudo isso vai ser grande e já é preciso escolher no mercado os profissionais mais preparados da área de marketing.

Depois de montada toda a infra-estrutura e de iniciado o campeonato, entram em campo os profissionais que lidarão com a organização do evento: seguranças, guias turísticos, garçons, camareiras e demais profissionais de menor qualificação serão bastante demandados.

E esses profissionais, dependendo do desempenho mostrado durante o campeonato, podem sim conquistar uma vaga no mercado de trabalho e podem até ser absorvidos.

Dependendo de como a imagem do Brasil ficar depois da Copa do Mundo de 2014, pode-se ter certeza de que dois mercados sairão mais aquecidos: o de comércio exterior e turismo

 É fácil de notar isso: se uma empresa percebe que um evento organizado mundialmente por um país foi brilhante, passa a confiar mais nele. Com isso, as companhias desse país ganham mais visibilidade e o número de negócios com o exterior cresce o que é bom para os profissionais que atuam nessa área.

Aqueles empregos temporários muito provavelmente serão peças “chave”e arriscamos até em dizer “ profissional estratégico  que a ajudou a passar uma boa imagem durante a Copa e que, por isso, movimentou o número de negócios!

 Esse profissional vai continuar movimentando os negócios!

 “Assim como funciona o mundo dos jogadores de Futebol, onde um dia são jovens amantes da “pelota”, e se tornam grandes ”craques” de Mundial, o Jovem trabalhador temporário, pode tornar-se um  “Profissional estratégico” de sucesso.

 Basta você querer e investir nisso!

Grande abraço.

 

Comments are closed.